skip to Main Content
31-3118-5763 / 99784-8220 secretaria@caminhantesdaestradareal.com.br

Caminhantes no Ride do Batom festejam o Outubro Rosa e conhecem o LowCarb

Texto : Fátima de Oliveira

Fotos : Prisce Benicio, Patrícia Lamounier, Fátima de Oliveira

Alegria, descontração, saúde e compromisso social. Foi o que se viu durante a realização do 2º Ride do Batom, em Nova Lima, com a participação das caminhantes da Estrada Real. O Ride, ou passeio, sempre defende uma causa. Nunca sai por aí passeando simplesmente.

Motociclistas vindas de todas as partes da cidade e região circulavam em suas motos modernas, potentes e caracterizadas para mostrar que o empoderamento da mulher não tem limites, já que a ação social coletiva de participar, em todos os níveis da sociedade, potencializam a conscientização civil sobre os direitos sociais e civis.

E a mulherada sabendo disso,  lotou a  área destinada ao evento. E os homens, feministas (os que respeitam e aceitam os direitos femininos), estiveram presentes com suas jaquetas personalizadas e fatiotas que atravessam o tempo. O Clube dos Carros Antigos também prestigiou o evento.

Barracas de parceiros, como o da Acer, garantiram um dia divertido, compartilhado. Mas foi na Feira Bio, apresentando a alimentação  LowCarb, que as comemorações do Ride do Batom tiveram seu ponto alto. A nova Comida de Verdade atraiu a atenção e o gosto das caminhantes.

 E tinha muita opção gostosa, como pão de castanhas, bolos, doces, chocolates, manteiga de amendoim, bacon natural, sucos, açucares naturais, pizzas sem farinha e uma variedade enorme de  alimentos LowCarb que trazem saúde e bem estar.

Idealizadora

Mas de onde veio essa iniciativa toda? Mal indagamos e ela chega em uma potente e moderna máquina. Uma motocicleta para dar inveja aos amantes do esporte. É Ana Lourenço, dona do Bora Mundo, uma rede de internet(boramundo.com.br) destinada ás mulheres que amam motocicletas e suas aventuras.

Conta que o 2º Ride do Batom, que mostra a importância do motociclismo feminino, este ano é parceiro do Outubro Rosa, iniciativa que alerta e conscientiza as mulheres para a prevenção do câncer de mama.  E o que muda depois dele?  “Muda muito, pois as mulheres com mais informação vão se conscientizar  da importância de se fazer o auto exame, cuidar da saúde, de prevenir. Andar de moto gera um prazer e uma felicidade tão grandes que as pessoas ficam muito bem. E a pessoa feliz não adoece”, conclui Ana.(FO)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top